21 de janeiro de 2022

Parte dos vereadores do grupo Calabar saem da inauguração do INSS antes do término

Ausência no palanque e discurso de Evilásio motivou chateação dos vereadores

Diogo, ex-prefeito Evilásio, Lero e o deputado federal Teobaldo descerram a placa de inauguração

 

O que era pra ser motivo de comemoração e festa para o grupo Calabar de Taquaritinga do Norte, se transformou numa ‘dor de cabeça’ para o prefeito Lero (PSB) na tarde desta quinta-feira (20) durante a inauguração do prédio do INSS, na Dália da Serra.

No ato solene, parte do grupo de vereadores que compõem a base do prefeito teriam se chateado por não terem sido chamados para fazer parte da mesa e discursarem no ato de inauguração, e devido a isso, não prestigiaram o evento até o final.

Em um dos desabafos em um grupo de WhatsApp com a presença de vereadores, secretários e o prefeito, Galego de Tonho (PSDB) demostrou insatisfação e teceu críticas a forma que foram tratados no local.

Vereador Galego de Tonho demostrou sua insatisfação em áudio de WhatsApp

“Eu tô saindo do grupo (de WhatsApp), porque eu como vereador não sirvo de nada né (…) vocês convidam a gente, a gente vai pra o evento, participa e quando chega lá não é chamado pra mesa. Chamam pessoas do passado, que hoje não faz mais parte de jeito nenhum (…) nem do grupo, não desmerecendo essas pessoas, mas isso é falta de consideração com a gente, então hoje estou saindo aqui do grupo e provavelmente num vou participar mais de nada, não precisa nem mandar convite mais”, declarou o vereador Galego de Tonho.

Em seguida, o vereador João Eugênio (PDT) também comentou sobre o episódio e afirmou que teria definido com o presidente da Câmara, Demir (PDT), para discursar no evento representando o poder legislativo.

João Eugênio também se incomodou com o episódio e deixou o local antes do término

“De fato isso aconteceu, o presidente da Câmara Demir, havia combinado comigo para que eu discursasse representando o poder legislativo municipal e na hora do cerimonial não fomos convidados a compor a mesa, nem eu (João), nem o vereador Geovane e nem o vereador Alexandre, então gerou esse desconforto, nos sentimos excluído e nos retiramos do evento”, disse João Eugênio.

Ao lado de Diogo Moraes, o ex-prefeito Evilásio Araújo (Primeiro da esquerda) teria causado incômodo nos edis

 

O motivo maior da insatisfação dos parlamentares teria sido a presença do ex-prefeito Evilásio Araújo, que compôs a mesa do evento e discursou por um período extenso. Gerando a indignação dos edis.

Vale relembrar que, recentemente, o vereador Geovane Cézar (PDT) já teria reclamado uma situação ocorrida na abertura do Natal do distrito de Pão de Açúcar, onde foi o nome escolhido e discursou representando a Câmara. Porém, no material de divulgação do governo, ele teria sido ‘cortado’ das imagens.

Com a polêmica gerada pelos parlamentares, a prefeitura foi procurada por nossa reportagem e enviou nota esclarecendo o episódio:

“A Prefeitura de Taquaritinga do Norte comunica que o cerimonial é feito pelo próprio INSS que inclusive traz toda uma equipe de assessores pra realizar o cerimonial de inauguração, e que não vê nenhuma polêmica no caso. O mais importante foi a luta do prefeito Lero todos esses anos para finalmente o prédio funcionar e levar o serviço a toda população Norte-taquaritinguenses”, alegou a gestão.

Postado por: Eliton Araujo

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!