Pesquisar

Consumidores pagarão mais caro a conta de luz neste mês de julho, comunica Aneel

Imagem ilustrativa (Reprodução / Internet)

Com a esperada baixa na previsão de chuva neste período, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) informou que a conta de luz terá, neste mês de julho, a bandeira tarifária amarela. Isso significa que haverá um acréscimo de R$ 1,88 a cada 100 kWh.

Essa é a primeira alteração na bandeira desde abril de 2022. Ao todo, foram 26 meses com bandeira verde”, disse a Aneel.

A previsão indica escassez de chuvas e consequentemente temperaturas mais altas no país, com isso os custos de operação do sistema de geração de energia das hidrelétricas aumentam. Ainda conforme a Aneel, a cobrança adicional acontece por conta do acionamento das usinas termelétricas, que possuem custo maior. 

O sistema das bandeiras tarifárias foram criados em 2015 e funcionam da seguinte maneira: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração, sendo a bandeira vermelha a que tem um custo maior, e a verde, o menor. O cálculo para acionamento das bandeiras tarifárias leva em conta dois fatores: o risco hidrológico e o preço da energia.

Compartilhe agora essa notícia!

Facebook
WhatsApp
Twitter