Pesquisar

Augusto Maia sai em defesa de seu pai “Acho desrespeito dizer que o grupo Taboquinha só tem um único candidato”

Augusto Maia demostrou tristeza com ausência de Zé da gestão (Eliton Araujo/Blog da Polo)

Após ter início uma desavença envolvendo o prefeito Fábio Aragão e o candidato a deputado federal José Augusto Maia, os filhos do político, Tallys Maia e o vereador Augusto Maia, saíram em defesa de seu pai quanto a sua participação no evento do grupo Taboquinha ocorrido no último domingo (18).

Ontem no programa Rádio Debate, o prefeito Fábio reafirmou que achou a “invasão” de Zé um “desrespeito” a Diogo Moraes, e principalmente a Eduardo da Fonte. Hoje, Tallys rebateu dizendo que não houve invasão e que o caso ocorreu apenas porque algumas pessoas viram Zé próximo ao evento e começaram a tirar fotos com ele.

O vereador Augusto Maia, que foi ao programa, falou que também tem considerado um desrespeito por parte de alguns membros que dizem que o grupo Taboquinha tem apenas um candidato.

“Eu também acho desrespeito quando se diz que o grupo Taboquinha tem apenas um único candidato, o Taboquinha num tem apenas um único candidato, Zé Augusto também é um candidato do grupo Taboquinha, então é preciso que isso fique bem claro, como da mesma forma Da Fonte hoje é um candidato do grupo Taboquinha, ele tem o apoio também do prefeito Fábio Aragão e dos amigos vereadores, enfim”, falou Augusto.

Apoios de Zé em 2016 e 2020

“Eu até fico triste também quando se diz que não teve um apoio grande de Zé Augusto, enfim, como em 2016, e eu não gosto muito desse tipo de conversa porque acho que é unânime que o apoio de Zé foi extremamente importante nas duas eleições, talvez sem o apoio dele, a gente num tivesse tido o êxito na última eleição”, comentou o vereador Augusto.

“Esse é um sentimento que muita gente tem, e desmerecer isso eu acho que não é o caminho correto que a gente trilha aí pensando em grupo, pensando nas próximas eleições, até porque eu entendo que a gente tem essa divergência no âmbito federal agora nesse momento, mas a gente tem uma eleição daqui dois anos. A gente venceu a eleição apenas com 313 votos e a gente num pode perder ninguém. A política num se faz dividindo, ela se faz somando, se faz agregando”, reforçou.

“Ele não foi chamado sequer para a posse” disse Augusto sobre ausência de Zé na gestão

Augusto Maia participou do Rádio Debate (Eliton Araujo/Blog da Polo)

Demostrando insatisfação com a ausência de Zé Augusto no governo, o vereador relembrou diversos encontros com Fábio no sentido de solucionar este afastamento e relembrou que

“Uma pessoa que foi deputado (…) foi prefeito, tem algo a oferecer, você tem que extrair o melhor dessa pessoa. Nisso Fábio disse dê uma semana para pensar no que é que a gente pode fazer e a gente volta a conversar, e com uma semana depois Fábio chegou e disse: conversei com meu pessoal e as pessoas que estão ao meu redor, que me acompanham e que estão mais próximos de mim disseram quem não aceitam Zé Augusto está participando da gestão”, revelou.

Compartilhe agora essa notícia!

Facebook
WhatsApp
Twitter