Pesquisar

Operação Padrão da Guarda Civil Municipal é encerrado em Santa Cruz do Capibaribe

 

Representantes do Sindicato dos Guardas e Agentes de Trânsito discursaram na porta da prefeitura em recente protesto (Walter Miro / Blog da Polo)

 

Após 6 dias atuando apenas em operação padrão, a Guarda Civil Municipal de Santa Cruz do Capibaribe decidiu encerrar o movimento nesta quarta-feira (17) após o Sindicato dos GCM informar que chegaram a um acordo com o prefeito Fábio Aragão (PP).

Os guardas civis municipais exigem que o prefeito se comprometa na melhoria das condições de trabalho e da valorização do efetivo, que inclui o reajuste salarial, com discussões previstas para a partir de janeiro de 2022.

A Guarda Civil Municipal destacou que as últimas divergências com o atual prefeito, não significa que o movimento tem como plano de fundo alguma bandeira partidária.

“Foram esclarecidos embates que ocorreram entre o prefeito, Sr. Fábio Aragão, e os GCMs de SCC ficando devidamente reafirmado o respeito mútuo. Não foi e nem será nosso intuito descredibilizar ou desrespeitar nenhuma pessoa que esteja a frente dos poderes em Santa Cruz do Capibaribe ou em qualquer lugar –somos e sempre seremos uma instituição ordeira e organizada e que jamais se deixará levar influências político-partidária”. Diz trecho da nota.

Por fim, a nota destaca que o prefeito se comprometeu em encaminhar à Câmara de Vereadores, ainda este ano, para que seja apreciado e, quando aprovado, surta efeitos a partir do mês de janeiro de 2022.

Confira a nota completa clicando aqui.

Compartilhe agora essa notícia!

Facebook
WhatsApp
Twitter