21 de maio de 2020

R$ 50 mil: Valores de lavatórios públicos são questionados em Santa Cruz do Capibaribe

Empresa emite nota e prefeito Edson Vieira reafirma que procedimento está dentro da legalidade

Recentemente, a prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe informou sobre a aquisição de 20 lavatórios públicos a serem instalados em pontos considerados estratégicos do município, como bancos, Calçadão Miguel Arraes de Alencar e Central de Feiras. A ação tem o objetivo de ajudar na higiene pessoal da população na prevenção ao novo coronavírus.

Na noite dessa quarta-feira (20), o oposicionista pré-candidato a prefeito Fernando Aragão, em live nas redes sociais, contestou os valores dos equipamentos, afirmando que a empresa venderia os produtos com valores abaixo dos comprados pela prefeitura de Santa Cruz.

A equipe do oposicionista entrou em contato com a empresa Alpha Comunicação Visual, com sede em Capina Grande-PB, fazendo orçamento de lavatórios e divulgou a dotação.

A prefeitura pagará R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) por cada unidade. De acordo com Fernando, os valores apresentados pela empresa, no entanto, seria de 1.600,00 (mil e seiscentos reais). Ou seja, 900,00 (novecentos reais) a menos do que o pago pela prefeitura, apontando suposto superfaturamento na compra.

Em nota, a empresa Alpha Comunicação Visual afirmou que o tipo e dimensão do equipamento solicitado pela equipe do pré-candidato, foram diferentes e, em virtude disso, também com valor desigual ao ofertado à prefeitura de Santa Cruz.

Confira a nota da Alpha, assinada por Fabiana Miranda Vieira, na íntegra:

Dentro da legalidade”, afirma Edson Vieira

Em participação por telefone no Programa Rádio Debate na Rádio Polo, na manhã desta quinta-feira (21), o prefeito Edson Vieira (PSDB) também rebateu declarações da oposição, ratificando que os produtos são diferentes. Além disso, assegura que todo o procedimento seguiu a legalidade.

“Tudo foi feito na transparência. Na legalidade, como manda o figurino”, falou.  

Para o tucano, oposicionistas estão ‘politizando’ a questão e tentando atrapalhar a administração municipal.

“Querem aparecer no momento da pandemia e manchar a administração”, pontuou.

De acordo com Edson, equipamentos iguais aos de Santa Cruz foram vendidos para outras prefeituras pernambucanas com o mesmo valor. Além disso, afirma que outras empresas também estavam na concorrência.

No fim, ele cobrou que políticos adversários trabalhem e busquem recursos em emendas com deputados aliados, para o combate à Covid-19.

O programa Rádio Debate, na íntegra será postado durante a tarde.

Postado por: Janielson Santos

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!