23 de fevereiro de 2021

Corpo é exumado no Cemitério São Judas Tadeu para conclusão de inquérito policial

João Higino Barbosa Neto foi morto após discussão por roubo que ele teria praticado no ano passado (Acervo / Blog da Polo)

Nesta segunda-feira (22), um corpo foi exumado no Cemitério são Judas Tadeu, em Santa Cruz do Capibaribe.

A exumação aconteceu após solicitação da Polícia Civil, dando andamento ao inquérito que investiga a morte de João Higino Barbosa Neto (19), morto a tiros no dia 19 de abril do ano passado (relembre aqui).

O corpo da vítima foi encontrado nas imediações do presídio de Santa Cruz do Capibaribe, no entanto, ele teria sido assassinado por indivíduos que tentaram recuperar celulares roubados por João Higino, dias antes no município.

Os três acusados de envolvimento na prática do homicídio foram detidos no dia 21 de outubro do ano passado, na operação “Conselho de mãe”, deflagrada pela Delegacia de Homicídios de Santa Cruz do Capibaribe (relembre aqui).

O pedido de exumação foi necessário, pois em virtude da pandemia do novo coronavírus, não é possível realizar nenhum procedimento investigativo em cadáveres desde o ano passado, sendo assim, a Polícia Civil solicitou uma autorização judicial para realizar o procedimento no corpo da vítima.

De acordo com a delegada Érica Feitosa, foi possível detectar marcas no corpo que ajudarão com a conclusão do inquérito policial, as provas serão encaminhadas para a Justiça.

A Guarda Civil Municipal e a Polícia Civil participaram do apoio à ação, realizada pelo IML.

Postado por: Walter Miro

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!