Pesquisar

Padre Airton, da Fundação Terra, é suspenso de atividades religiosas por suspeita de envolvimento em crime

Um decreto publicado na última terça-feira (30) pela Diocese de Pesqueira determina a suspensão do “Uso de Ordem” do padre Airton Freire, da Fundação Terra. O documento define que o sacerdote não tem jurisdição para presidir ou administrar qualquer Sacramento ou Sacramental por suposto envolvimento em delitos.

O documento assinado pelo bispo, Dom José Luiz Ferreira Salles, decreta que o padre Airton está vedado do exercício do ministério presbiteral, considerando as denúncias apresentadas por Silvia Tavares de “possível cometimento de delitos tipificados pelo ordenamento da Igreja em seu desfavor pelo padre Airton Freire”.

Por causa das denúncias relacionadas ao padre, a polícia investiga ele, segundo a Diocese. Entretanto, a polícia não deu detalhes a respeito do envolvimento do padre Airton no caso nem detalhou sobre o que se tratam essas denúncias.

O decreto considera também advertências anteriores recebidas pelo padre, mas não cita do que se tratam os demais casos que levaram à decisão. O texto destaca que há gravidade nas denúncias, que estão no âmbito de investigação na esfera estatal e eclesiástica.

Por isso, o decreto se apresenta com a finalidade de “prevenir os escândalos e garantir o curso da justiça”, de acordo com o texto.

A assessoria de comunicação da Fundação Terra informou ao g1 que, até a manhã desta quarta-feira (31), “não há nenhum pronunciamento” a respeito do caso.

Fonte: G1 Caruaru

Compartilhe agora essa notícia!

Facebook
WhatsApp
Twitter