Pesquisar

Marcelo Cumaru comenta recomendação do MPPE sobre mudança provisória da Central de Feiras no Estúdio Livre

 

Mudança provisória da Central de Feiras deve durar cerca de nove meses (Acervo / Blog da Polo)

 

Na edição de hoje do programa Estúdio Livre, da Rádio Polo, o secretário de Desenvolvimento Econômico de Santa Cruz do Capibaribe, Marcelo Cumaru, concedeu entrevista, onde abordou a recomendação do Ministério Público de Pernambuco, que orienta a suspensão da transferência temporária da feira livre do município para o Cabana Clube.

A recomendação dá o prazo de 15 dias para que o município dê publicidade à eventual transferência da feira, realizando reunião com feirantes para informar sobre a mudança e ainda colha possíveis indicações de locais que poderiam receber a estrutura provisória.

Marcelo ressaltou que foram realizadas reuniões onde foram ouvidos grande parte dos comerciantes, porém, entre os locais indicados, nenhum oferecia melhores condições que o Cabana Clube.

 

Recomendação consta na edição de hoje do Diário Oficial do Ministério Público (Reprodução)

 

De acordo com o secretário, entre as indicações, surgiram como opções o antigo Campo da Máfia, as ruas do entorno da Central de Feiras, além de galpões situados no entorno da edificação, no bairro São Cristóvão, porém, na concepção da equipe técnica da Secretaria, nenhuma das opções tinha condições de receber na integralidade os 1.198 pontos de comercialização da Central de Feiras, entre bancos, quiosques, açougue e mercado de farinha, oferecendo ainda banheiros, energia elétrica para freezers e cobertura para os bancos de cereais.

“Não seria possível mudar apenas um setor, como o Mercado de Farinha e o Açougue, a feira contempla todos os setores, não seria justo mudar um setor para um local e os demais para outro”, observou.

O secretário indicou que durante as reuniões, o próprio MP teria reconhecido a inviabilidade de realizar a feira em via pública, e manter a feira na região, durante as obras de requalificação do espaço.

“Colocar no meio da rua sem banheiro? O trânsito nos dias de feira é enorme, como colocar andaimes e fazer a construção em dias de feira?”, questionou Marcelo.

 

Reuniões com feirantes, solicitadas pelo MPPE, já teriam sido realizadas no Teatro Municipal com todas as categorias de comerciantes da Central (Divulgação / Assessoria)

 

Em participação no programa Rádio Debate, também na Rádio Polo, a vereadora Jéssyca Cavalcanti (PSDB), indicou que a recomendação foi provocada após um abaixo-assinado que recolheu cerca de 300 assinaturas de pessoas contrárias à mudança.

Marcelo aponta que transferência deve durar o mesmo tempo que a obra levará para ser realizada, um prazo estimado de nove meses.

O secretário ainda comentou que o Ministério Público havia determinado anteriormente um prazo que encerra na próxima sexta-feira (3), onde foram solicitadas informações sobre a realização de reuniões, projeto da feira na sua instalação provisória, os contratos da empresa que venceu a licitação para a reforma da Central de Feiras e os contratos de locação do Cabana Clube, além da infraestrutura e viabilidade de abrigar o público nas ruas no entorno da rua Wanderbilte Dias Bezerra, acesso principal de onde funcionará a feira.

Segundo Marcelo, a locação do espaço provisório foi feita através de um contrato que tem 12 meses de duração custando R$ 10 mil mensais.

 

Marcelo indicou que apesar da recomendação, a mudança provisória deve continuar nos próximos dias (Walter Miro / Blog da Polo)

 

O secretário indicou que apesar da recomendação, adiando em cerca de duas semanas, no mínimo, a transferência deve ter continuidade, inclusive com a instalação de contêineres para o início do canteiro de obras.

No dia 22 de julho, Marcelo já havia abordado o tema no Estúdio Livre, onde inclusive indicou que na época, já havia se reunido com feirantes (relembre clicando aqui).

Durante a transferência, a feira deve funcionar nos mesmos dias da programação atual, a princípio (de sexta a segunda e nas quartas-feiras).

Compartilhe agora essa notícia!

Facebook
WhatsApp
Twitter