1 de setembro de 2020

Diogo Moraes confirma apoio a Fábio Aragão; à rádio Polo, deputado concedeu primeira entrevista após selar acerto

O deputado estadual Diogo Moraes (PSB) confirmou ao Blog da Polo na noite dessa segunda-feira (31), que caminhará com o projeto de pré-candidatura a prefeito de Fábio Argão (PP). O empresário assumiu o posto após o falecimento do pai, Fernando Aragão.

“Está decidido. Estou com Fábio Aragão”, disse o parlamentar.

A confirmação se deu após reunião com o deputado federal Eduardo da Fonte (PP), que assegurou o projeto majoritário da sigla, desde o início.

Até então, Diogo estava dando base ao projeto de Helinho Aragão (PSB), que ainda não se pronunciou sobre o caso.

União

Já durante essa manhã de terça-feira (01), em participação no Programa Rádio Debate da Rádio Polo, o deputado falou sobre a conversa com Da Fonte, onde ficou acertado que Diogo teria a liberdade de apontar o vice da chapa.

“Estamos em processo de união. Da Fonte deu as credenciais para que escolhamos o vice. Vários partidos unidos e vamos escolher o candidato a vice que agregue”, disse, acrescentando que o vereador Carlinhos da Cohab teria aberto mão do posto.

Zé Augusto e Helinho Aragão

Questionado sobre o posicionamento de José Augusto Maia em todo esse contexto, Diogo afirmou que ainda vai conversar com o ex-deputado federal, já que o primeiro passo seria justamente a aproximação com Eduardo da Fonte.

Uma conversa com Helinho Aragão também deve acontecer ainda hoje, segundo o parlamentar.

Uma condição

Em reunião recente com Fábio, a maioria dos vereadores Taboquinhas se mostrou afeita ao projeto, mas com a condição da chapa não ser formada apenas por integrantes do PP.

Nos bastidores, o próprio Helinho é cogitado para fechar a chapa, além do empresário Flávio Pontes, Deomedes Brito, Augusto Maia e Tallys Maia.

Fora?

Apenas o vereador Ernesto Maia (PT) não participou da reunião que envolveu o pré-candidato e os vereadores oposicionistas, recentemente.

O deputado disse não acreditar num caminho solitário de Ernesto.

“Tenho certeza que não vai marchar fora. Vamos conversar. Momento é de união e chamar todo mundo junto”, disse Diogo, acrescentando que, tanto Da Fonte quanto ele, teria se ‘desarmado’.

Postado por: Janielson Santos

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!