15 de dezembro de 2021

Professores anunciam paralisação para essa quinta (16) em Santa Cruz do Capibaribe

 

 

Em carta aberta à população, o Sindicato dos Professores anunciou uma “parada de advertência” em suas atividades para esta quinta (16).

De acordo com a instituição, promessas estão sendo realizadas para o próximo ano, mas sem ações concretas para categoria em 2021.

Entre outras coisas, professores cobram reajustes salariais que, segundo a classe, não foram feitos desde o final da gestão Edson Vieira e seguiu nesse primeiro ano de Fábio Aragão.

A continuidade ou não dos trabalhos após essa primeira parada, só deve ser decidida depois de assembleia.

Confira nota na íntegra:

Todos os dias, mesmo em meio à pandemia do coronavírus e com as aulas funcionando de forma on-line e presencial, professores e professoras ensinam e aprendem com os seus alunos. O seu trabalho consiste em valorizar o conhecimento, aguçar a curiosidade e estimular valores humanos necessários à construção de uma sociedade melhor e mais justa.

Hoje, 16 de dezembro, não gostaríamos de estar paralisando nossas atividades presenciais nem on-line, mas é necessário tornar claro para a população nosso descontentamento com o prefeito que tem apresentado muitas promessas para o próximo ano e sua falta de ações concretas para a categoria nesse ano de 2021.

Como forma de protesto, faremos uma parada de advertência seguido de uma assembleia. Nossa categoria sempre tem lutado pela EDUCAÇÃO, defendendo os direitos fundamentais para executar seu trabalho, bem como defender os direitos das nossas crianças e adolescentes.

Há vinte e quatro meses a categoria luta pelo seu reajuste salarial, reajuste esse que chega aos cofres públicos municipais desde janeiro de 2020, e que nunca foi repassado aos professores, nem na gestão passada e tão pouco nessa. Mesmo com 16 milhões e meio a mais do que os recursos do ano passado. Os salários dos professores durante esse período não foram apenas congelados, eles estão também defasados.

As aulas presencias nas escolas municipais retornaram em outubro e os professores não receberam nem um suporte para auxiliar no ensino híbrido. Seguem utilizando seus equipamentos para que os alunos não sejam os maiores prejudicados.

A valorização profissional é uma parcela importante no investimento da educação. A reivindicação dos professores é justa e simples: QUEREMOS O QUE É NOSSO POR DIREITO, concedido ao professor por meio de lutas históricas, e queremos ter em Santa Cruz do Capibaribe uma EDUCAÇÃO que dê orgulho a cada santacruzense.

A EDUCAÇÃO é um patrimônio de cada um de nós, e não vamos deixar, de maneira alguma, que deixem de lado, que façam pouco caso, que esqueçam da nossa bandeira, do nosso objetivo de vida, que é ver uma Santa Cruz do Capibaribe mais justa e igualitária para o seu povo.

Por fim, nossa luta manifesta o compromisso de todos os professores e professoras com uma EDUCAÇÃO DE QUALIDADE .

Professores e Professoras Municipais de Santa Cruz do Capibaribe – PE. (SINDRUPOM)

Postado por: Janielson Santos

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!