22 de junho de 2022

Conta de luz ficará mais cara a partir de 1º de julho

 

Imagem ilustrativa (Reprodução / Internet)

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (21), um reajuste nos valores das bandeiras tarifárias. Elas são aplicadas na conta de luz dos consumidores, de acordo com o custo da produção de energia no país.

A proposta aprovada pela Aneel estipula uma alta de 63,7% para bandeira vermelha patamar 1, 59,5% para a bandeira amarela e 3,2% para a bandeira vermelha patamar 2. A bandeira verde não incide nenhuma cobrança adicional.

A partir de julho, a cada 100 kW/h consumidos, a bandeira amarela passará de R$ 1,84 para R$ 2,98, a bandeira vermelha patamar 1 passa de R$ 3,97 para R$ 6,50 e a bandeira vermelha patamar 2 passa de R$ 9,49 para R$ 9,79.

De acordo com a Aneel, a alteração foi necessária para inclusão de parâmetros que não estariam ajustados no cálculo dos valores.

Atualmente, a bandeira verde está em vigor, sendo assim, desde 16 de abril, não há cobrança extra adicionada ao consumo de energia elétrica no país, a Aneel estima que esta seja a condição até o final do ano, em virtude dos níveis dos reservatórios das hidrelétricas.

Postado por: Walter Miro

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!