14 de setembro de 2021

Pernambuco está com 600 mil segundas doses atrasadas na campanha de vacinação contra o Covid-19

 

Apenas as pessoas que receberam a segunda dose do imunizante estão com menores possibilidades de contraírem o Covid-19 (Acervo / Blog da Polo)

 

O estado de Pernambuco está com um déficit de 600 mil segundas doses na campanha de vacinação contra o Covid-19, e diante deste quadro, a Secretaria Estadual de Saúde está se mobilizando para realizar um “Dia D”, em 25 de setembro, recomendando aos municípios que realizem mobilizações menores, para culminar no mutirão.

Dos quatro tipos de vacina aplicados no Brasil, três necessitam da segunda dose para que o esquema vacinal seja concluído.

O último levantamento da SES-PE aponta um total de 2.868.357 pessoas com a cobertura vacinal completa, um total que corresponde a 34,51% da população elegível para vacinação no estado.

De acordo com a secretaria, se estes 600 mil pernambucanos que já tivessem procurado a imunização no seu município, a cobertura já seria de 41,8% da população imunizada.

É importante ressaltar que mesmo após a conclusão do esquema vacinal, a imunização só passa a ser considerada eficiente após 15 dias da aplicação da segunda dose.

Terceira Dose

O estado já planeja a aplicação de uma terceira dose da vacina para os idosos acima de 70 anos (e 60 para quem vive em instituições de longa permanência), além de pessoas imunossuprimidas.

Neste caso, as vacinas usadas, independente das doses anteriores recebidas, serão preferencialmente da Pfizer, Janssen ou AstraZeneca.

Postado por: Walter Miro

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!