20 de dezembro de 2021

Pacientes imunossuprimidos terão 4ª dose da vacina contra a Covid-19 no Brasil

 

O Ministério da Saúde anunciou na tarde desta segunda-feira (20) a aplicação de uma nova dose de reforço para pacientes imunossuprimidos acima de 18 anos de idade, e que tenha completado o esquema vacinal composto por duas doses e uma dose de reforço da vacina contra a Covid-19.

De acordo com o documento, são considerados pacientes imunossuprimidos pessoas portadoras de imunodeficiência primária grave; pacientes que estejam fazendo quimioterapia contra câncer; transplantados de órgão sólido ou de células-troncos hematopoiéticas (TCTH) uso de drogas imunossupressoras; pacientes com HIV/AIDS; pacientes em uso de corticoides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias; pessoas que usam drogas modificadoras da resposta imune (confira a tabela clicando aqui); pacientes com condições auto inflamatórias e doenças intestinais inflamatórias; pacientes em hemodiálise; pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

“Uma dose de reforço da vacina Covid-19 para todos os indivíduos imunocomprometidos acima de 18 anos de idade que receberam três doses no esquema primário (duas doses e uma dose adicional), que deverá ser administrada a partir de 4 meses”, diz o documento.

Além disso, o Governo também já havia anunciado a redução do prazo para pacientes tomarem a 3ª dose da vacina, que antes era de cinco meses, e a partir de agora serão aplicadas com 4 meses.

A nota técnica publicada nesta segunda é assinada pela secretária Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde, Rosana Leite de Melo.

Postado por: Eliton Araujo

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!