2 de março de 2020

Especialista aponta cuidados para pessoas que querem retomar ou iniciar rotina de treinamentos físicos

O santa-cruzense João Paulo Clemente é professor em universidades paraibanas (Reprodução / Instagram)

Passado definitivamente o período de confraternizações, festas de final de ano e Carnaval, é comum que várias pessoas comecem a colocar em prática as resoluções para o novo ano, que têm uma lista de itens a serem cumpridos, e entre esses, em alguns casos, está a prática de exercícios físicos.

Mas como fazer para não exagerar no treinamento logo de início e comprometer a rotina prevista para o decorrer do ano?

O Blog Polo+ consultou o professor João Paulo Clemente, graduado em Educação Física pela Universidade Estadual da Paraíba para levar algumas dicas ao público interessado em começar a prática de exercícios.

Planejamento

O ideal para o início de maneira adequada é o planejamento da atividade de maneira orientada por profissionais, como nutricionistas, educadores físicos e médicos que possam atestar a possibilidade de se fazer o exercício adequado e que dá prazer ao novo adepto.

Adaptação

Assim como as atividades pré-Carnaval, com objetivo de se chegar ao corpo perfeito podem não ter o resultado esperado, as atividades após as festas também não irão apresentar resultados imediatos, para isso, é necessário que o praticante tenha consciência de que o condicionamento ou a forma procurada devem aparecer com o decorrer do tempo e da rotina de treinos.

O descanso também é parte do treinamento

Conforme o profissional de educação física auxilia no treinamento, é observado que períodos de recuperação com treinamentos mais leves são indicados para a regeneração de músculos e estruturas corporais e como ressalta João Paulo,

“O descanso em uma época planejada também traz frutos para a vida de quem está buscando a prática de atividades físicas em períodos planejados”, observa. 

A dose adequada é ideal para o bom resultado

Independente da atividade desejada, é importante que o praticante tenha a noção de que não é correto exagerar na quantidade de treinamentos, cada atividade física exige o período da chamada adaptação anatômica, para que o indivíduo possa praticar o exercício e obtenha a qualidade também de outros aspectos, como o ganho de força, qualidade de sono e equilíbrio emocional.

Mantenha a rotina de treinamentos o ano todo

A qualidade de vida precisa ser uma busca constante, e para isso, é essencial que o exercício faça parte da rotina dos indivíduos.

“O exercício precisa ser contínuo, permanente, para que se obtenha os melhores resultados, o treino não deve visar apenas a questão estética, ou mesmo como algumas pessoas dizem, ‘treinar para poder comer’, a atividade física precisa ser frequente”, finaliza.

Postado por: Walter Miro

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!