2 de setembro de 2021

Agreste Pernambucano confirma primeiro caso da variante delta

 

 

Nesta quinta-feira (02), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou que, nas últimas 89 amostras sequenciadas para tentativa de detecção da variante Delta (subgrupo do novo coronavírus), 4 apresentaram a presença da variante, o que representa 4,5% dos resultados, entre as amostras haviam coletas realizadas com pacientes da cidade de Santa Cruz do Capibaribe.

As amostras que apresentaram a presença da Delta, foram de pacientes das cidades de Olinda, Ipojuca, Araripina e Caruaru. As coletas dos materiais biológicos para esta rodada de sequenciamento genético ocorreram entre os dias 25 de julho e 18 de agosto e foram realizadas pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM/Fiocruz PE).  

Entre os quatro casos da variante Delta, dois foram em pessoas do sexo masculino e dois do sexo feminino, com idades entre 24 e 34 anos. Todos os pacientes foram notificados no sistema de informação dos casos leves.

Os municípios de origem foram orientados a investigar e acompanhar os casos. Com isso, até agora, o Estado totaliza 14 pernambucanos infectados por essa linhagem. 

O resultado aponta que a variante Gama, também conhecida como P.1, é predominante no Estado, ratificando mais uma vez a sua prevalência no território pernambucano. Dentre os 89 genomas, 85 (94,5%) foram identificados como da linhagem Gama ou suas sublinhagens. 

Postado por: Iago Barbosa

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!