19 de julho de 2021

Edson responde críticas de Diogo Moraes: “Quando ele falar de KMC, lembre do M de Moraes”

 

 

Em entrevista na manhã desta segunda, o ex-prefeito Edson Vieira respondeu a críticas do deputado Diogo Moraes na última sexta, ao programa Estúdio Livre.

Edson já na primeira resposta disse que responderia a ‘falta de respeito’ do deputado na última entrevista:

“Por oito anos aguentei, mantive a postura como homem público, mas é necessário responder, ele me chamou de enrolão, troglodita, faltou com respeito à minha esposa, a deputada Alessandra Vieira, que tem identidade própria”, disse.

Edson citou cidades como Jataúba, Toritama, Brejo da Madre de Deus, Vertentes e Santa Cruz do Capibaribe para colocar em xeque a confiabilidade do deputado.

“Em Brejo ele abandonou Roberto, depois Hilário e por último Rubinho, que o colocou debaixo do braço, no momento em que ele precisava, hoje Roberto Asfora que se antecipou e chutou ele”, apontou.

Edson ainda citou apoios de Diogo em Taquaritinga ao grupo Calabar, e finalizou rememorando o pleito eleitoral em Santa Cruz do Capibaribe no ano passado.

“A maior traição que aconteceu foi aqui com Fernando Aragão. Fernando rompeu com Zé Augusto para apoiar Diogo, brigou com uma liderança para apoiá-lo, foi pra rua e enfrentou cada um, e o troco que Diogo deu foi se aliar a Zé Augusto contra a pré-candidatura de Fernando em 2020, e lançar uma pré-candidatura de Helinho”.

Edson assegurou ter mantido todas suas bases eleitorais desde o ano de 2006, disse que, pelo contrário, Diogo perdeu inclusive bases que teriam sido suas anteriormente e disse que o verdadeiro parlamentar em quem o grupo Taboquinha encontra amparo para os seus pleitos, é o deputado federal Eduardo da Fonte (PP).

Edson ainda falou do seu pedido de bloqueio de contas, relacionando o episódio a Diogo:

“Quando ele falar de KMC, lembre do M de Moraes”, afirmou.

Postado por: Walter Miro

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!