3 de abril de 2020

Bolsonaro quer polo de confecções produzindo máscaras para proteção ao coronavírus

O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, disse nesta quinta-feira (02) que levou para o presidente Bolsonaro e o ministro chefe da Casa Civil, a ideia de usar o polo de confecções do Agreste de Pernambuco para fazer máscaras e Epi’s para os profissionais de saúde, nesse período da pandemia.

De acordo com Gilson Machado, o presidente Bolsonaro gostou da ideia. Depois da prospecção, Gilson Machado Neto já consultou o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe.

O tucano Edson Vieira gostou da ideia e disse a Machado Neto que o município, juntando as empresas e população, poderiam produzir um milhão de mascaras por dia.

A rigor, a mesma ideia já havia sido sugerida ao governador Paulo Câmara, no Legislativo Estadual.

A deputada estadual Alessandra Vieira (PSDB), já havia pedido ao Governo do Estado que direcionasse ao Polo de Confecções de Pernambuco os pedidos de produção de Equipamentos de Proteção Individual ( Epis) para os profissionais de saúde do setor público, que estão na linha de frente do combate ao novo Coronavírus em Pernambuco.

“As cidades que integram o Polo – Santa Cruz do Capibaribe, Toritama e Caruaru e outros municípios da região, contam com mão-de-obra qualificada e podem contribuir neste momento produzindo máscaras, batas e macacões de proteção, seguindo orientações da Vigilância Sanitária, em pequenas fábricas e até mesmo nas casas de pequenas costureiras, diante da gravidade que é a pandemia.” disse a parlamentar.

De acordo com a deputada, se o Governo do Estado atendesse a seu pedido, “o Polo de Confecções poderia beneficiar todo o Estado em curto prazo, possibilitando que os pequenos confeccionistas passem a produzir e comercializar diretamente com o estado e prefeituras, para assim, vencermos uma batalha que nos une: o bem do povo de Pernambuco”.

A parlamentar informou ao blog que a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe já garantiu ser parceira na convocação dos profissionais, que produziriam milhares de máscaras, batas e macacões em suas residências, ajudando desta forma a não aglomeração em unidades fabris.

“O Poder Público está tendo dificuldades para ter esse material em face da demanda em todo país. O Polo de Confecções de Pernambuco é um conjunto de municípios que trabalha unido. E só a união de todos ajudará a combater e vencer a Covid-19”, finaliza a parlamentar.

O pedido foi protocolado por ofício na Secretaria da Casa Civil de Pernambuco.

Com informações do Blog do Jamildo

Postado por: Janielson Santos

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!