16 de agosto de 2020

As Curtinhas do Romenyck Stiffen

O grande jogo de xadrez no grupo Taboquinha

Silêncio: Após a fala do presidente estadual do PSB de Pernambuco, Sileno Guedes, quando afirmou que a sigla apoia a pré-candidatura de Fernando Aragão (PP), a ala Taboquinha liderada por José Augusto Maia (Republicanos) e pelo deputado estadual Diogo Moraes (PSB), adotou a estratégia do silêncio. Tudo acertado em reunião realizada na última quarta-feira, 12.

Esperança: Em conversa com alguns membros da referida ala, fica perceptível a apreensão em perder mais siglas, entre elas o PCdoB, e seguidores insatisfeitos com a situação do grupo. Contudo, existem também os que demostram esperança que Diogo Moraes ainda reverta tal situação.

Planos: Atrelado ao voto de silêncio e independente do posicionamento do PSB, a ala Maia/Moraes está movimentando as pedras do Xadrez político. Entre elas, a licença pedida por Marília Melo (PT), do conselho tutelar, não foi uma simples estratégia do vereador Marlos Melo (PSB), mas também da referida ala.

Disposição: Aos poucos vamos quebrando a estratégia do silêncio e conseguindo algumas informações. Conversei com Marlos e Marília e ambos apontaram que o nome da jovem está sim à disposição do grupo. O vereador também afirmou que está montando seu projeto de reeleição independente de posicionamento do PSB: “Tô montando minha base. Não posso recuar”.

Mas…: Na conversa com Marília, ficou perceptível que, apesar de estar disponível para uma possível majoritária, ela pode sim, ainda, substituir o pai nas eleições de 2020. “Não descarto a possibilidade. Pedi a licença justamente para analisarmos melhor e com calma… Caso não seja para majoritária, iremos decidir entre eu ou ele para vereador. Qualquer um escolhido, o intuito é o mesmo: ajudar a população”, disse.

PRB/PT: Caso a esperança de reverter a situação do PSB não seja concretizada, como alguns da ala desejam, e perdendo outras siglas que fazem parte da frente popular de Pernambuco, a estratégia de uma chapa PRB/PT vem sendo pensada estrategicamente, com carinho.

Sem subir: Ainda sobre não reverter a situação do PSB, uma fonte apontou que existe, sim, a possibilidade de diversos nomes disputarem as eleições para o legislativo sem subir em palanque de majoritária. A informação casa com a fala de Marlos em uma de nossas curtinhas acima de que, ‘independentemente de posicionamento do PSB, estaria montando sua base’.

Enquanto isso…: Foi repassado pra mim que não houve, ainda, um comunicado oficial do PSB para o pré-candidato Helinho Aragão. Em recente conversa com o advogado Tallys Maia (Republicano), ele afirmou: “Ninguém foi informado da decisão pelo partido ainda… Então, decidimos aguardar mais um pouco. Enquanto isso, vamos reunir os pré-candidatos, filiados e apoiadores para ouvirmos a posição deles”.

Só Diogo: Apesar de não ser comunicado pelo PSB, tive a informação que o vereador Helinho Aragão conversou com Diogo. Também fiquei sabendo que o deputado tem uma reunião agendada no palácio na próxima terça-feira, 18/08, e que até quarta-feira poderemos ter novidades. Helinho Aragão me confirmou apenas que conversou com Diogo e que, de fato o mesmo teria a referida reunião, mas não especificou mais nada sobre.

O culpado: Independente do posicionamento do PSB, o Deputado Diogo Moraes já foi escolhido, principalmente por seguidores de primeira linha Taboquinha, como o principal culpado pela situação. Críticas de aliados e seguidores já foram feitas em redes sociais, principalmente em Grupo de WhatsApp, onde seus aliados com mandatos participam e nenhuma defesa foi feita até o momento.

A saga: Como podemos observar, a saga do grupo Taboquinha continua, principalmente da Ala Maia/Moraes, e o desfecho ganham contornos cada vez mais dramático.

Postado por: Janielson Santos

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!