30 de agosto de 2020

As Curtinhas do Romenyck Stiffen

O gesto

Em voga: Existe uma máxima na política de que ela é feita de “gestos”. Essa é a palavra mais usada por uma das alas do grupo Taboquinha para que um possível ajuntamento de lideranças seja concretizado.

A cobrança: Durante a semana, tanto a reunião realizada na casa de José Augusto Maia, com a ala que dava sustentação ao pré-candidato Helinho Aragão (PSB), quanto a reunião que foi realizada entre o pré-candidato Fábio Aragão (PP) e os vereadores do PSB, PT e o presidente do PRB, Tallys Mais, foi apontado que não haveria objeção entre a grande maioria da cúpula do grupo ao nome do progressista. Contudo, a dificuldade em uma chapa puro sangue do PP foi exposta e a cobrança por um gesto na vaga de vice foi feita.

Espaço: A cobrança de um gesto com a vaga da vice na chapa progressista acabou por dar espaço para uma articulação paralela nos bastidores. Nesse contexto, estamos falando dos Integrantes do PCdoB, liderados pelo vereador Ernesto Maia, que articulam uma aliança dita de “esquerda” com o PSOL, PT e mais uma sigla que não foi revelada. Nos bastidores, os comunistas estão contando com a insatisfação de alguns membros Taboquinhas, com a possível chapa pura sangue do PP, assim como apostando suas fichas dessa aliança com o PT e no nome da conselheira tutelar Marília Melo como pré-candidata a prefeita, para que o projeto possa ganhar a robustez que almejam.

Esperando: Na última sexta-feira, 29/08, as alas que sustentavam o projeto de candidatura própria do PSB acompanharam com muita atenção o comunicado de Fábio Aragão oficializando a sua pré-candidatura. Mas, assistiram com surpresa e estranheza a não batida de martelo de uma chapa puro sangue progressista.

A reunião: Recebi uma informação da capital, confirmada por uma fonte do município, que uma reunião fora dos limites territoriais de Santa Cruz do Capibaribe decidiu que “um gesto” será feito ao grupo que tanto o solicita.

Caiu: Apesar de ainda existir a possibilidade de uma chapa puro sangue do PP, com Fábio na cabeça e Flávio Pontes na composição, “o gesto” que será feito diminuirá fortemente a probabilidade para referida composição e outras siglas terão a oportunidade e possibilidade de compor a chapa. Nesse contexto, nomes que eram considerados cartas fora do baralho voltarão à mesa de jogo, assim como novas cartas surgirão.

Outra Reunião: Minha fonte de “alta plumagem” me informou que ainda no inicio da semana está prevista a reunião onde “o gesto” será apresentado e que os próximos passos dependerão exclusivamente do resultado da mesma.

Oportunidade: O grupo Taboquinha terá, talvez, durante a semana, a última oportunidade para o ajuntamento do maior número possível de lideranças. Não falo em “união”, pois já não utilizo há um bom tempo esse termo em meus comentários, quando o assunto é o grupo Taboquinha, assim, como, alguns integrantes já deixaram claro, em algumas atitudes, que não querem seguir o projeto do PP.

Dificulta: Se os pingos forem de fato colocados nos “is”, na reunião que está para ocorrer, irá dificultar o surgimento de um frente de esquerda robusta na cidade. Contudo, necessário aguardar todos os detalhes dos próximos acontecimentos

Postado por: Janielson Santos

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!