28 de junho de 2021

As Curtinhas do Romenyck Stiffen

Sorriso no Rosto

Vibrando: O ex-prefeito Edson Vieira (PSDB) está com o sorriso largo, pra quem vem acompanhando as redes sociais do ex-prefeito e aliados assim como quem acompanhou o programa semanal de Edson Vieira no último sábado, 26/06, sentiu a vibração com as contas de 2014 que foram aprovadas pelo TCE-PE (Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco).

50%: A conta de 2014 se somam as de 2013, 2016 e 2018, ou seja, quatro contas dos oitos anos da gestão Edson Vieira foram aprovadas, meio caminho andado. Faltam agora 50%. Contudo, perceptível que, das quatro, o ano de 2013 é a mais simbólica.

Simbólica?: Exatamente, pois o ex-prefeito consegue ter a conta do ano em que os vereadores a época: Carlinhos da Cohab, Deomedes Brito e Ernesto Maia (Denominados pelos próprios de trio parada dura) denunciaram o famoso “Escândalo da KMC”, com apenas três meses de governo e que ocasionou o bloqueio dos bens de Edson Vieira.

Contundentes: No uso da Tribuna da Câmara e no programa Oposição em Ação de todos os sábados (É só conferir matérias jornalísticas e áudios da época), o vereador Carlinhos da Cohab e o ex-vereador Ernesto Maia eram os mais contundentes, deixando sempre transparecer o orgulho de ter economizado o dinheiro público com a denúncia da KMC e os bens bloqueados do ex-prefeito.

Tem que comemorar: O ex-prefeito Edson Vieira tem que comemorar mesmo cada conta aprovada. Pois nelas existe a simbologia de derrubar as constantes denúncias que os vereadores Carlinhos da Cohab e o ex-vereador Ernesto Maia faziam a cada ano, e que podemos enumerar em uma vasta lista. Os referidos vereadores, há época, contribuíram para o imenso desgaste que Edson ainda têm em nosso município.

Sem condenação: Mesmo com a vasta lista de denúncias feitas pelo vereador Carlinhos da Cohab e o ex-vereador Ernesto Maia, no decorrer dos últimos oito anos, as quatro contas aprovadas somam ao discurso que o ex-prefeito Edson Vieira propaga em suas redes sociais, entrevistas e no seu programa de rádio de que “não tem condenação” e suas certidões estão em dias para as próximas batalhas eleitorais.

Injustiça?: Ao falar no programa a Hora do Povo do último sábado, 26/06, das suas certidões em dias e da aptidão para disputar uma eleição, o ex-prefeito Edson Vieira começa a construir a narrativa da “injustiça” do julgamento popular ocasionado à sua pessoa, principalmente pelas denúncias feitas, pelos vereadores à época: Carlinhos, Deomedes e Ernesto.

À vontade: Mas apesar de todo contexto histórico político acima relatado, principalmente de denúncias e desgaste ocasionado ao ex-prefeito Edson Vieira, é necessário dizer que o ex-vereador Ernesto Maia está à vontade no grupo Boca Preta. Em pouco tempo, usando de estratégias semelhantes contra o prefeito Fábio, Ernesto vem ganhando admirados dentro do eleitorado azul.

Adaptado: Não demorou muito e o ex-vereador Nanau já está adaptado novamente no grupo Taboquinha, após um vídeo de basicamente “boas vindas” no gabinete do vereador Carlinhos da COHAB, foi a vez do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) agradecer a Nanau por está ao seu lado “nessa caminhada”.

Indefinido: Por falar em Carlinhos da Cohab, a vereadora Jéssyca Cavalcanti (PSDB) relatou no programa Oposição em Ação do último sábado, 26/06, que o parlamentar teria reconhecido, em reunião na CDL, que o projeto de ampliação do perímetro urbano estava mal elaborado e que o poder executivo fez bem em retirar, assim como ainda não tem voto definido em relação ao projeto. Um coisa é certa, Carlinhos sabe se fazer observado quando não está no centro das atenções, pois é um nome importante para o governo na Câmara e qualquer ação potencializa uma possível insatisfação ou lua de mel com a gestão.

Cadê?: A vereadora Jéssyca Cavalcanti (PSDB) vem questionando a falta de agilidade da secretária de Desenvolvimento Urbano, Beatriz Arruda, na entrega de um documento específico solicitado pela parlamentar, no que diz respeito ao projeto da ampliação do perímetro urbano da cidade. Estamos falando da licença de construção do empreendimento do Atacadão no município, justamente na área que o poder executivo pretende ampliar e que está localizado na denominada Serra do Exu, uma área de conservação ambiental.

Comemorando: O prefeito Fábio Aragão (PP) vêm comemorando a entrega do Auxílio Municipal Emergencial e da apresentação do projeto do Auxílio Emergencial para cultura, com investimento de 80 mil reais que tem por objetivo beneficiar cerca de 100 artistas.

Falta agilidade: Esse é o principal questionamento dos vereadores de oposição, pois para eles faltou agilidade na entrega do Auxílio Municipal Emergencial, assim como na apresentação do projeto para o Auxílio da Cultura. Como podemos perceber o mantra de “Quem tem fome tem pressa” será muito lembrado ainda pelas oposições.

As opiniões expressas nesta coluna são de responsabilidade do seu autor.

Postado por: Eliton Araujo

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!