15 de maio de 2021

As Curtinhas com Romenyck Stiffen

A difícil pandemia

 

A dificuldade: Visivelmente a saúde vem sendo o principal calo da Gestão Fábio Aragão, não é à toa que o município passou por uma troca de secretária na referida pasta em menos de seis meses. Nesse contexto, a condução da gestão municipal no combate à pandemia vem sendo o principal alvo de críticas, principalmente por membros dos grupos oposições.

Convocação: Chegando com pompas de bagagem de super secretária, Lívia Borba não conseguiu, ainda, convencer a oposição, parte da imprensa, assim como parte da população sobre o combate à pandemia. Sendo assim, no último dia 04/05, a vereadora Jéssyca Cavalcanti (PSDB) viu a necessidade de apresentar o requerimento de número 794/2021, aprovado pelos parlamentares, solicitando a convocação da referida secretária para explicar sobre as ações do município ao combate à pandemia.

Espaço: Necessário apontar um tema que já abordamos tanto em nossas curtinhas como em participação nos programas de rádios, falta a gestão um esclarecimento semanal, uma live como era feita na gestão anterior e por alguns municípios, com a participação do prefeito e secretários apresentando e explicando as ações do governo com clareza para população. Foi justamente na falta dessa simples ação que deu espaço para em menos de seis meses haver a necessidade da convocação de um secretário em um ambiente onde o conjunto de oposições é forte e tem domínio.

Irá?: Esse é o principal questionamento, a secretária Lívia Borba irá, à câmara de vereadores, esclarecer as dúvidas que surgem não apenas na cabeça dos parlamentares, mas de grande parte da população? Apesar do ambiente não ser o mais favorável politicamente para o governo, a necessidade de uma atuação a contento da secretária frente aos questionamentos dos vereadores é importante para o momento, mas para isso é importante ter, apresentar e esclarecer as ações.

Subindo a serra: Em relação ao quesito cobranças no combate à pandemia, pelo menos entre a classe política com mandato, a situação do prefeito Lero (PSB) em Taquaritinga do Norte está pior. Na sessão da última quinta-feira, 13/05, basicamente todos os vereadores de oposição e até mesmo de alguns da bancada de situação que fizeram o uso da tribuna teceram críticas e cobranças à gestão municipal sobre a condução em relação ao combate à pandemia na “Dália da Serra”.

Chamou atenção: Vem sendo comum os vereadores da base do governo chamar a atenção em suas cobranças à gestão e não foi diferente na questão do combate à pandemia, pois apesar dos fortes discursos dos vereadores de oposição, foi o vereador, situacionista, João Eugênio (PDT) que fez o discurso mais contundente, rolando a bola e encorajando os demais.

Acomodação: Segundo João Eugênio houve erros e acomodação por parte do poder público municipal em relação ao combate à pandemia, dando destaque na falta de barreiras sanitárias em uma cidade turística. Ainda segundo o vereador, dinheiro, principalmente do governo federal chegou e não teria sido pouco, mas existe uma acomodação da gestão.

Não parou: E não foi apenas no combate à pandemia que João Eugênio fez críticas e cobranças. O parlamentar chegou a elogiar as ações anunciadas e inauguradas na última segunda-feira, 10/05, comemoração da emancipação do munícipio, mas não deixou de alfinetar algumas delas e fazer cobranças, como por exemplo, a inauguração da sala e aparelho de ultrassom com a promessa de funcionar apenas uma semana depois e não de imediato, assim como questionou a falta de ações em algumas áreas com recursos próprios, já que vem economizando em alguns setores devido à pandemia, a exemplo do transporte escolar.

Quem é?: Outro fato curioso foi que no mesmo discurso, após cinco meses de gestão e nova legislatura, o vereador João Eugênio perguntou se o vereador Geovane César (PSB) ainda estava como líder do governo, sendo confirmado positivamente por Geovane. Mas juro que a pergunta que mais esperei durante a sessão, após o referido discurso, é se João Eugênio era de fato da base do governo, pois confesso que perguntei a vários membros da gestão e disseram que sim.

Cobrou: No programa “legislativo em ação” do último sábado, 15/05, o vereador e líder do governo, Geovane César cobrou, após os diversos anúncios e inaugurações da última segunda-feira, o reconhecimento por parte da oposição do trabalho da gestão e não apenas as críticas. Sinceramente, talvez essa cobrança também caberia a alguns membros de Situação.

Deixando claro: Confesso que não é comum ver em nossa região uma postura de tanta independência por parte de vereadores que fazem parte de bases de governos, no quesito cobranças e críticas, como ocorre no grupo Calabar em Taquaritinga do Norte. Contudo, reconheço que não deixa de ser importante, pois o trabalho do parlamentar é o mesmo fora ou dentro do governo, mas o questionamento que fica é como o governo absorve toda essa exposição por parte de aliados?

Tem mais: Necessário destacar que os bastidores de Taquaritinga estão fervilhando e não caberia nessa coluna, pois como podemos observar: As curtinhas estão ficando longuinhas. Nesse contexto, na próxima segunda-feira, 17/05, as curtinhas da Rádio Polo, às 16h, contará com os bastidores de Taquaritinga e toda região. Não perca.

Postado por: Eliton Araujo

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!