24 de maio de 2021

As Curtinhas do Romenyck Stiffen

 

Requerimentos

 

Requerimentos: O vereador situacionista de Brejo da Madre de Deus, Jobson Barros (PL), apresentou na sessão da Câmara de Vereadores, na última terça-feira, 18/05, dois requerimentos polêmicos, apesar de conseguir aprovar os mesmos de forma unânime entre os vereadores presentes.

São eles: Os referidos requerimentos têm os seguintes teores: Um solicita a criação de uma (CEI) Comissão especial de inquérito, para investigar as movimentações financeiras do mês de dezembro da prefeitura, na gestão do ex-prefeito Hilário Paulo (PSD), visando esclarecer os motivos do não pagamento dos servidores, referente ao mês de dezembro e parte do 13° salário, e o outro solicita, também, a criação de uma (CEI) Comissão especial de inquérito, para investigar sobre a dívida de mais de 14 milhões de reais do Município ao IPRESB e esclarecer os motivos do não repasse.

Nas mãos: Como já apontamos, os requerimentos foram aprovados por unanimidade, ou seja, até os vereadores aliados do ex-prefeito Hilário votaram favorável à criação e cabe agora ao presidente da Câmara, Silvano (PSD), que também é aliado do ex-prefeito, criar as comissões especiais de inquérito ou não.

Sem respostas: Na última quarta-feira, 19/05, enviamos questionamentos, através do WhatsApp, ao presidente Silvano, em relação se ele irá colocar em prática as referidas comissões, e se a resposta fosse positiva qual o prazo para instalação das mesmas. Contudo, apesar do aplicativo indicar a visualização do presidente, Silvano preferiu, até o fechamento dessas curtinhas, ao final de semana, não responder.

Até o momento…: Os funcionários de Brejo não têm a real noção da situação da Previdência Municipal. E no que diz respeito em relação aos salários atrasados de dezembro e parte do décimo terceiro, as negociações com a gestão Roberto Asfora (PL) não andam e a última proposta por parte do governo municipal foi o ridículo parcelamento em 100 meses.

E os gastos?: Por falar no presidente Silvano, o vereador situacionista Marcello Dondon (PL) cobrou ao presidente da Câmara respostas dos pedidos feitos em relação aos gastos da Casa de legislativa de Brejo da Madre Deus. Segundo Dondon, se cobra agilidade nas respostas da prefeitura, mas necessário haver agilidade também nas respostas da mesa diretora da Câmara.

Só um: Outra cobrança importante foi o da vereadora Maria José do Tambor (PP), a parlamentar exigiu agilidade na distribuição do Kit-merenda, afirmando que em cinco meses só houve uma distribuição até o momento.

Sobre pressão: Falando ainda em cobranças a presidência de Câmara e mesa diretora, só que desta feita em Santa Cruz do Capibaribe, o vereador e presidente Capilé (PSD) continua vivendo sobre pressão por parte de seus pares, diga de passagem, de todas as bancadas, seja de forma interna ou em público.

Dos verdes: O grupo verde não engole que a propositura do auxílio-alimentação ainda não tenha partido por iniciativa da mesa diretora, ocupado em seu cargo maior por alguém de sua bancada, ou seja, o vereador Capilé. Extinguir o auxílio é simbólico para o grupo verde, pois foi uma bandeira de campanha e mesmo tendo todas as condições com a presidência, ainda não conseguiram emplacar, o que nos bastidores, aliados Carneirinhos culpam o presidente Capilé.

Autoritário?: O termo autoritário vem sendo usado de forma quase unânime por vereadores dos grupos Taboquinha e Boca Preta, seja em público ou de forma reservada, em relação a algumas atitudes do vereador Capilé que não vem agradando aos referidos parlamentares.

Reflexão: É necessário por parte do presidente, pois até o momento, dentro da casa de leis, não vem agradando nem a gregos ou a troianos.

Imagem: Quanto a sua imagem fora da Câmara, Capilé vai ampliar sua divulgação, propagando principalmente suas ações. Pois em conversa com o presidente, ele nos informou que próxima sexta-feira, 28/05, irá estrear o programa “Fala Cidade”, na Rádio Vale, das 11h as 12h. O programa não seria um institucional da Câmara, mas sim do vereador com parceiros, e tentará ter uma roupagem diferente do que o programa dos políticos vem se apresentando aos sábados.

Pressionou: Mais um presidente na parede. Após relatos do radialista e funcionário da casa de leis de Taquaritinga de Norte, Alberes Xavier, de que não adiantaria pressionar ou “chantagear” o vereador Eraldo da Pedra (PSB) para conversar com o comunicador devido suas críticas, o parlamentar usou da palavra e não titubeou afirmando que quem conversou com ele foi o Presidente Câmara, Demir (PDT). A referida exposição ocorreu no último sábado, 22/05, no programa do vereador Eraldo da Pedra Preta.

 

As opiniões expressas nesta coluna, são de responsabilidade do seu autor

Postado por: Eliton Araujo

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!