9 de abril de 2020

Menina de Santa Cruz morre no Recife e família acusa médicos do AME

Familiares da pequena Maria Eduarda de Oliveira (2 anos), prestaram uma queixa contra médicos do Ambulatório Médico Especializado (AME) infantil de Santa Cruz do Capibaribe, nesta quinta-feira (09). A menina morreu no Recife após ser atendida, inicialmente, na unidade santa-cruzense.

De acordo com uma tia da menina, a sobrinha foi levada com dores no abdômen havendo um primeiro atendimento no AME, por dois profissionais, entre a madrugada da terça e manhã de quarta (08).

Ainda segundo a tia de Maria Eduarda, a criança foi liberada na manhã da quarta, após ser medicada e tomar soro. No entanto, já em casa, teria vomitado o remédio indicado e novamente passado mal, retornando ao AME, desta vez sendo transferida de forma imediata para capital depois de ser atendida por outro profissional.

Acusando suposta negligência no primeiro atendimento, familiares foram até a delegacia local.

A tia relatou ainda que no atestado consta o diagnóstico de ‘insuficiência respiratória aguda’. O caixão com a criança voltou do Recife lacrado, procedimento adotado em suspeita de Covid-19, para o enterro em Santa Cruz, nessa quinta-feira (09).

O Blog da Polo entrou em contato com a assessoria da prefeitura que informou ‘ser solidária à família e que está analisando toda a questão’.

Postado por: Janielson Santos

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!