2 de abril de 2020

Entidades da sociedade civil organizada se reúnem para criação do Comitê Comunitário de Crise / Covid-19 em Santa Cruz

Vários setores da sociedade foram representados na reunião (Walter Miro)

Na manhã desta quarta-feira (1º), vários representantes da sociedade civil organizada se reuniram na 1ª Igreja Congregacional Vale da Bênção, no bairro Novo, onde buscaram juntar esforços e montar uma iniciativa para arrecadar alimentos para a população carente do município e também algumas pessoas que em virtude do fechamento do comércio de bens de consumo não essencial no momento, não estão conseguindo obter o sustento da família e ainda podem não ser contempladas com o auxílio emergencial aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado no final da noite de ontem, mas que ainda não tem previsão do início do pagamento pelo Governo Federal.

Um dos que tiveram a iniciativa de criar o Comitê foi o pastor Bruno César, da Igreja Congregacional Vale da Bênção, que viu a união de esforços como uma maneira de potencializar o gesto solidário das entidades para um número maior de pessoas.

“Cada entidade tinha o objetivo de doar cestas básicas, itens de limpeza e higiene, mas de maneira isolada, então reunindo todos pontos em comum para arrecadação e organizando a logística para a distribuição, teremos um resultado mais efetivo”, analisou. 

Na cidade vários pontos de arrecadação serão dispostos, como a sede local da Ordem dos Advogados do Brasil, a Igreja de São Cristóvão, Igreja Congregacional Vale da Bênção, Igreja Adventista do Sétimo Dia, Ascap, e parte do Clube Ypiranga. 

O Comitê deve iniciar a atuar imediatamente, para agilizar ações e montar a logística das entregas (Eliton Araújo)

A população não irá retirar os alimentos no local da arrecadação dos donativos, cada uma das famílias cadastradas irá receber as cestas básicas em casa. Edmauro Torres, presidente do Ypiranga, e que também estava representando o gabinete do prefeito, falou da importância do clube também se envolver na iniciativa, uma vez que as ações do comitê ajudarão a pessoas em necessidade.

“Nós iremos disponibilizar além de parte do clube, alguns funcionários de maneira voluntária para ajudar na arrecadação das doações, este é um problema mundial e cada um precisa fazer a sua parte para que possamos superá-lo”, disse.

O promotor de Justiça, Dr. Iron Miranda lembrou que a população em situação de  vulnerabilidade é o público-alvo das atividades do Comitê, ele comentou também a urgência que certas providências precisam ser tomadas, para que se possa manter a população em isolamento, mas com dignidade e alimentação garantidos.

“Nossos esforços são suprapartidários e não podemos pensar apenas em ações como o auxílio emergencial, já há famílias com fome na nossa cidade e é nelas que estamos pensando”, disse.

O síndico do Moda Center Santa Cruz, José Gomes Filho também participou da reunião, ele deixou claro o interesse do centro atacadista em ajudar nas ações e arrecadação de donativos.

“Toda a cidade gira em torno do Moda Center, não podemos ficar de fora de discussões neste sentido, até porque temos também profissionais lá dentro como os carroceiros e os ambulantes que precisam de uma atenção especial, isso também foi pontuado na reunião”, observou.

Ivanilson Feitosa, secretário de Governo e Desenvolvimento Social do município, informou qual será o papel do poder público no comitê e ainda cobrou que a população tenha bom senso para que pessoas realmente necessitadas recebam as doações.

“Temos uma base de dados que inclusive está integrada ao Governo Federal, o CadÚnico, que inclusive fará com que cada família receba o necessário para que o máximo de pessoas possam ser assistidas. Eu faço um apelo à população, só se cadastre se estiver realmente com a necessidade de receber as doações”, frisou.

Postado por: Walter Miro

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!