20 de outubro de 2020

“Não vou fazer promessas mirabolantes, não vou enganar ninguém”, diz Hilário Paulo em entrevista à Rádio Polo

Buscando a reeleição na prefeitura de Brejo da Madre de Deus, Hilário Paulo (PSD) foi o entrevistado na Rádio Polo na manhã desta terça-feira (20). Após um início de mandato afirmando estar ‘aprendendo a administrar’, o candidato agora assegura que não apenas aprendeu, como também consegue ‘dar aula a ex-prefeitos’.

Durante sua participação na entrevista, Hilário foi questionado sobre os números elevados nos gastos com pessoal, obras realizadas, plano de governo, ruptura política, covid-19, entre outras coisas.

Na base da pesquisa – De acordo com Hilário, vários aliados políticos participaram das discussões em torno do nome para compor chapa, mas que uma pesquisa foi decisiva. Segundo o prefeito, Frailan Mota teria obtido 90% no levantamento interno, para a vaga.

Gratidão – Ao explicar ruptura política com o vice-prefeito e candidato a prefeito, Josevaldo Lopes (Republicanos), Hilário afirmou que não poderia ser ‘ingrato’ com Dr. Edson. De acordo com ele, o vice impôs que o gestor rompesse laços políticos com o seu secretário de saúde. “Sou grato às pessoas que me ajudaram e ajudaram o município. Não tinha porquê romper com Fraillan e Edson”, diz.

Outro distrito – Fazendo uma avaliação das ações no distrito de São Domingos, Hilário considera que conseguiu realizar uma verdadeira ‘transformação’, pontuando construção de praça, passagem molhada para o Rio Verde (Santa Cruz), calçamentos, Policlínica equipada com três ambulância, Veículo para Tratamento Fora de Domicílio (TFD), climatização em salas escolares, entre outras coisas.

Poucas promessas? – Questionado, o candidato nega que tenha um plano de governo ‘cauteloso’. Em relação às construções, o plano aponta ‘praças, pórticos, 4 academias da saúde (Fazenda Nova, São Domingos, Mandaçaia e Sede), além de um Parque Misto da Serra da Prata’. Hilário argumenta que no plano de 2016, existia bem menos do que o que conseguiu fazer’. “Temos responsabilidade de nos comprometer com a população e que possamos honrar. E, se a gente fizer mais, ótimo”, falou.

Muita gente – Hilário também foi questionado sobre os gastos com pessoal, que ultrapassa limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Atualmente, o município compromete 75,85% do seu orçamento com a folha de funcionários.

O candidato argumentou que a receita de 2020 foi semelhante a 2019, no entanto existe a correção salarial. Além disso, aponta que a maior parte da verba é destinada a funcionários do quadro efetivo e que área essenciais não são acobertadas, precisando da contratação. “Não vamos ser irresponsáveis de comprometer os serviços essenciais”, disse, alegando que tem reduzido onde é possível, usando como exemplo corte de 50% na secretaria de obras.

Covid-19 – O prefeito não soube repassar, no momento, quanto o município recebeu durante o período de pandemia, para o enfrentamento à Covid-19. No entanto, assegura que foi um dos municípios mais transparentes do estado no uso da verba, apontado pelo Tribunal de Contas.

Sequência – A emissora dedica seu horário de entrevistas, durante toda semana, para postulantes do município. Confira as próximas participações agendadas:

Quarta-feira (21) – Marciel do Nascimento (PSOL)
Quinta-feira (22) – Roberto Asfora (PL)
Sexta-feira (23) – Josevaldo Lopes (Republicanos)

Se não ouviu ao vivo, pode clicar a seguir e conferir na íntegra:

Postado por: Janielson Santos

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!