30 de outubro de 2020

“Chega de votar nos mesmos grupos, nas mesmas pessoas, nomes e sobrenomes”, diz Allan Carneiro em entrevista à Rádio Polo

Candidato encerrou série de entrevistas da emissora

Fotos: Jeferson Lulu e Fernando Lagosta.

Terminou nessa sexta-feira (30), a sequencia de entrevistas com candidatos a prefeito na região, realizadas pela Rádio Polo. Allan Carneiro (PSD) foi o ultimo participante e falou sobre decisão judicial, proibindo movimentações políticas com aglomerações, pesquisas e, principalmente, do seu plano de governo.

O candidato considera que a decisão da Justiça Eleitoral obriga as coligações a mudarem suas estratégias e garantiu que cumprirá as determinações.

Allan reconhece que seus movimentos de rua estavam acontecendo em proporções menores que os adversários, mas entende ‘fazer parte da cultura dos grupos tradicionais’ e acrescentou que diversos eleitores teriam garantido voto em seu projeto, mesmo sem essa participação.

“Desconsidero” – Pesquisa DataVox, única divulgada até o momento, é totalmente desconsiderada pelo candidato. Allan disse não respeitar um resultado que aponta estar ‘totalmente fora da realidade’. No levantando em questão, em cenários estimulado, Allan tem 15%, atrás de Fábio com 29% e Dida 37%. Segundo Allan, o cenário real é de paridade entre os candidatos.

Atento – Ao tratar sobre pesquisa impugnada, após ação de sua coligação, o candidato afirmou que a equipe jurídica está atenta às resoluções do TSE e tomará todas as medidas, quando entenderem que é preciso ajustar.

Promessas – Caso eleito, Allan afirma que dará prioridade à educação. Promete, entre outras coisas, construção da escola de ‘novas tecnologias’, com cursos de robótica e programação, finalizar creches e quadras poliesportivas que, segundo ele, ‘estão abandonadas’, reformar escolas municipais, climatizar todas as salas e implantar energia solar nas unidades.

Organizar a casa – Allan promete, ainda, viabilizar terreno e pleitear, junto ao governo do estado, a construção do distrito industrial, Parque Ambiental da Manhosa e São José, reestruturar UPA, Hospital Municipal, Central de Feiras e Calçadão Miguel Arraes de Alencar.

Ao criticar a administração em relação aos dois centros comerciais, Allan afirma que recursos que são arrecadados não são revestidos nos empreendimentos e “se perdem no meio do caminho”.

Economia – Se eleito, sua meta é economizar 10% do orçamento. Em seus cálculos, essa porcentagem equivale a aproximadamente R$ 2 milhões por mês. A economia seria no corte de gastos com pessoal e em aluguéis, onde afirma existir uma ‘verdadeira farra’.

Limpeza urbana – O candidato faz crítica ao valor pago a empresa terceirizada responsável pelo recolhimento do lixo no município. Segundo ele, o valor ultrapassa R$ 5 milhões por ano e, a médio prazo, ficaria mais viável a compra de veículos e contratação direta de funcionários.

Confira a entrevista, na íntegra:

Postado por: Janielson Santos

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!