14 de setembro de 2021

Usuários que se cadastraram na Tarifa Social, poderão ter menor impacto na cobrança da nova bandeira de energia

 

 

Os clientes cadastrados na Tarifa Social de Energia Elétrica não serão impactados pela bandeira tarifária escassez hídrica (R$14,20 a cada 100 quilowatt-hora).

Em Pernambuco, mais de 1 milhão de residências não devem incorporar o novo valor na conta de energia. Para estes usuários, continuará incidindo a bandeira vermelha patamar 2 (R$9,492 a cada 100 kWh). O benefício também concede descontos de até 65% na fatura.

Até o momento, aproximadamente 160 mil clientes foram inscritos proativamente pela Neoenergia Pernambuco no programa. A empresa estima que, aproximadamente, 90 mil famílias poderiam estar contempladas com benefício, mas ainda não se cadastraram. A companhia continuará intensificando a divulgação e facilitando o acesso à atualização do cadastro.

Para ter acesso ao desconto, o cliente deve estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

As famílias de baixa renda devem obter o Número de Identificação Social (NIS) diretamente em um Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) da área administrativa onde reside. Os usuários inscritos, com renda mensal por pessoa menor ou igual a meio salário mínimo nacional, podem fazer o credenciamento junto à concessionária.

O cadastro pode ser realizado diretamente nos sites da distribuidora (www.neoenergiapernambuco.com.br), acessando o campo Tarifa Social. A atualização também pode ser efetuada pelo teleatendimento 116.

A distribuidora de energia fará a confirmação no banco de dados do Governo Federal. Após a checagem dos dados, o prazo para inclusão na Tarifa Social de Energia é de cinco dias úteis e o cliente passa a ter o benefício na próxima fatura.

Postado por: Walter Miro

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!