5 de fevereiro de 2020

Comerciantes comemoram retorno das aulas

Há cerca de dois anos Joseilda da Silva comercializa churros e água mineral no mesmo ponto e melhorou sua renda (Walter Miro)

No início dessa semana, teve início o ano letivo em toda a rede de ensino de Santa Cruz do Capibaribe, e só quem tem crianças ou adolescentes sabe como se dá toda a organização da rotina para ajustar horários, atividades extracurriculares, tudo o que envolve na agenda da família com a volta às aulas.

Se para alguns este período é de adequação, para outras pessoas é de comemoração, em especial os comerciantes, que vendem diariamente seus produtos nas calçadas das instituições de ensino da cidade.

A vendedora Joseilda da Silva compara os períodos de ano letivo com os períodos de aula e afirma que nas férias e recessos, ela sente impacto no orçamento familiar, a comerciante trabalha na calçada da escola Ivone Gonçalves, na avenida 29 de dezembro há cerca de dois anos.

“Diariamente vendendo churros no meu ponto, é possível receber mais do que quando trabalhava com confecções, trabalhando oito horas por dia de segunda a sexta. Nas férias, eu faço ‘bicos’, costuro, mas não é possível chegar ao mesmo valor”, compara.

Joseilda comenta que algumas famílias já são clientes dela e que até mesmo a conversa com estas pessoas faz falta nos períodos sem aulas.

“Alguns pais chegam mais cedo para buscar os filhos, faltando dez, vinte minutos, e nesse tempo conversamos, eles aproveitam para comprar churros para lanchar em casa”, explica.

Oportunidade

A época é propícia para os negócios também para os novos comerciantes, como Amanda Graziela, que hoje estava primeira vez na calçada da Secretaria de Educação, entre a escola municipal Ivone Gonçalves e o EREM Luiz Alves da Silva vendendo bolos. Ela foi influenciada por uma prima sua, que vende próximo ao local há cerca de um ano. Graziela trabalha em festas e também vendendo bolos e salgados por encomenda e espera aumentar a renda com o ponto fixo.

Amanda Graziela estava no seu primeiro dia de vendas e espera melhorar o faturamento da família (Walter Miro)

“Pra mim será uma chance de aumentar a renda, já que nem sempre surgem encomendas, estou muito esperançosa de fazer boas vendas, já que além de estar ao lado de duas escolas e da secretaria, é o centro da cidade, passam muitas pessoas todo dia”, observou.

Postado por: Walter Miro

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!