24 de março de 2020

Escola Ivone Gonçalves de Araújo servirá como ponto de acolhimento para população de rua em Santa Cruz do Capibaribe

Inicialmente 15 pessoas já identificadas como moradores de rua ficarão na escola Ivone Gonçalves de Lima (Blog do Bruno Muniz)

Desde a última semana, foi amplamente divulgada a necessidade de que as pessoas permaneçam em suas casas, para evitar uma possível proliferação do novo coronavírus (Covid-19). A medida é importante, pois em virtude da facilidade de contaminação pelo vírus, até mesmo tocando superfícies como portas, maçanetas, talheres, o vírus pode se instalar por horas.

Mas como a população de rua poderá ficar em isolamento, sem ter um endereço fixo para isso? Esta problemática foi verificada em Santa Cruz do Capibaribe, onde apesar de haver uma população de rua pequena, existe a possibilidade de que estas pessoas venham a adoecer, pela exposição direta a outras pessoas que podem estar infectadas.

A deputada estadual Alessandra Vieira (PSDB), se mobilizou junto à Secretaria de Governo e Desenvolvimento Social para escolher um local e abrigar esta população de maneira protegida.

Deputada Alessandra Vieira se mobilizou para que esta medida fosse adotada no município (Divulgação / Assessoria)

Foi escolhida a escola Escola Ivone Gonçalves de Lima (antigo Cenecista) para receber estas pessoas já a partir de hoje, e duas equipes estão sendo capacitadas para realizarem a busca ativa nas ruas.

Passado o momento crítico, será analisado cada caso e se for verificado que nesta população há pessoas que não são naturais de Santa Cruz do Capibaribe, eles serão levados de volta para os seus municípios de origem.

Estas pessoas se alimentarão com parte dos produtos armazenados na escola que seriam destinados para a merenda dos alunos, no entanto, a população pode também fazer doações de alimentos e produtos de higiene, para isso, estão sendo disponibilizados dois locais de arrecadação: a própria escola Ivone Gonçalves de Lima, na avenida 29 de dezembro, e o prédio da Secretaria de Governo e Desenvolvimento Social (antiga prefeitura), na avenida Padre Zuzinha.

Parte destes donativos será destinado também para trabalhadores que não terão como obter seu sustento pelas próximas semanas, como os integrantes da Associação de Catadores de Produtos Recicláveis e os Carroceiros das feiras livre e do Moda Center e Calçadão.

Postado por: Walter Miro

Ouça A Polo FM Ao vivo
Siga nossas Redes
Fale Conosco
error: Content is protected !!